Sociedade de Pediatria do DF critica volta das aulas presenciais em escolas




Após o governador Ibaneis Rocha (MDB) decretar a volta das aulas presenciais em escolas do Distrito Federal ainda neste mês e a reabertura total do comércio, em meio à pandemia do novo coronavírus, a Sociedade de Pediatria do DF (SPDF) se posicionou contra a medida.



Em nota, a entidade afirma que reabrir todas as atividades até o fim de julho ou início de agosto "pode ser uma decisão precipitada".

"Em especial se tratando de escolas, onde o comportamento é imprevisível e o número de assintomáticos é inestimável, tornando a possibilidade de contágio exponencial", diz trecho do documento.
Em entrevista à TV Globo, nesta segunda-feira (6), o presidente da Sociedade de Pediatria, Dennis Alexander Burns, destacou os prejuízos gerados pela suspensão das aulas, mas demonstrou "receio" com a retomada das aulas ao mesmo tempo da reabertura total do comércio.

"Porque vai refletir daqui a três ou quatro semanas no aumento ainda mais expressivo dos casos", diz Burns.
Além disso, a nota emitida pelos especialistas cita o isolamento social como "uma das poucas medidas eficazes no combate à propagação da doença".
"Assim exposto, no cenário atual, a Sociedade de Pediatria do Distrito Federal não recomenda o retorno das crianças à escola."

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário