Ibaneis adia reabertura do comércio para 18 de maio



Após a Justiça Federal vetar, na última quarta-feira (6), a retomada de setores do comércio no Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha (MDB) decidiu aumentar o prazo para adequar a capital federal à reabertura.
Com isso, Ibaneis definiu uma nova data para o ampliamento do comércio: 18 de maio. Neste período de 11 dias, o governador pretende melhorar a estrutura do DF para o combate ao novo coronavírus.

Com isso, agências bancárias, clínicas, farmácias, supermercados, minimercados e afins, padarias, açougues, peixarias, lojas de materiais de construção e afins, agropecuárias, borracharias, postos de combustíveis, igrejas no sistema drive-thru, entre outros, permanecem abertos. 
Em contrapartida, shoppings, cinemas, teatros, academias, boates, parques, bares e restaurantes (exceto tele-entrega) e salões de beleza e afins permanecem fechados, pelo menos até o próximo dia 18. Também segue proibida a realização de eventos esportivos, shows e afins.

Casos

O último boletim do GDF, divulgado na noite de quarta (6), mostra que a capital tem 2.078 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. Também na quinta, registrou-se a 35ª morte. Trata-se de um homem de 68 anos, morador do Riacho Fundo Ele deu entrada na UPA de Samambaia no dia 22 de abril por complicações de uma comorbidade (câncer) e faleceu na mesma unidade.

Além dos 2.0478 casos, 1.170 pessoas se recuperaram da doença — isto é, deixaram de apresentar sintomas após 14 dias de infecção.
Atualmente, 60 pessoas estão internadas na UTI, e 75 em leitos comuns. Os demais se recuperam em casa.
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário