R$ 8 milhões para o Cartão Material Escolar é liberado




Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta sexta-feira (31/01/2020) modificações internas no planejamento financeiro da Secretaria de Educação (SEEDF) para reforço do Cartão Material Escolar. São mais de R$ 8 milhões para o programa, que terá custo total superior a R$ 30 milhões.

As aulas da rede pública começam no próximo dia 10 de fevereiro. Serão mais de 460 mil estudantes em quase 700 escolas. Para fazer com que o dinheiro pudesse ser usado pela população, a área financeira do GDF fez ajustes na Lei de Orçamento Anual (LOA) para o exercício de 2020.

O programa Cartão Material Escolar beneficia os estudantes da rede pública que são de famílias inscritas no Bolsa Família, do Governo Federal. Devem ser atendidos 71 mil crianças este ano, já que serão incluídos alunos do ensino especial e da educação infantil. Por isso, o orçamento que era de R$ 18 milhões em 2019 cresce para mais de R$ 30 milhões este ano.
Cada estudante dos níveis infantil, fundamental e do ensino especial receberá R$ 320, e os matriculados no ensino médio terão R$ 240.
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) credenciou mais de 420 papelarias no Distrito Federal para participar do programa Cartão Material Escolar deste ano. O número é superior ao ano passado, quando 333 empresas foram habilitadas.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário