Empresário é suspeito de estuprar e engravidar menina de 13 anos em Samambaia





Um empresário, de 57 anos, é suspeito de estuprar e engravidar uma adolescente de 13 anos em Samambaia, no Distrito Federal. De acordo com a ocorrência, registrada na 26ª Delegacia de Polícia como estupro de vulnerável, o homem é ex-patrão da mãe da menina.
A vítima contou para a mãe que o homem a obrigou a ter relação sexual. Depois, teria a ameaçado dizendo que se ela contasse a alguém, seria enviada para um abrigo, junto com a irmã de 9 anos.


Até a tarde desta segunda-feira (17), o suspeito ainda não havia sido ouvido pela polícia. Segundo o delegado Cícero Jairo, que investiga o caso, "no momento oportuno ele será intimado".

A mãe da menina trabalhava como cozinheira na empresa do homem, que vende marmitas e frango assado. Ela disse que costumava levar a filha para o trabalho e que o ex-patrão dizia que "considerava a menina como uma neta". Afirmou ainda que ele deu presentes para a vítima "diversas vezes".

Há três meses, a mulher pediu demissão, mas disse que o empresário continuou visitando a casa dela com o pretexto de saber notícias da menina.

Mudança de comportamento

Em depoimento à polícia, a mãe disse que desconfiou de uma mudança no comportamento da filha nos últimos meses. "Ela passou a se mostrar cada vez mais introspectiva, distante e triste", afirmou, segundo o boletim de ocorrência.


A mãe disse que, após a alteração no comportamento, desconfiou do ex-patrão e ele a procurou. O homem teria confessado que teve relações sexuais com a garota, mas afirmou ter sido "com o consentimento da adolescente".

Após a confissão, a mulher procurou a polícia e disse que havia notado que o ciclo menstrual da filha estava atrasado. No último dia 23 de janeiro, os investigadores pediram à jovem que fizesse um exame de gravidez, que confirmou a gestação. Segundo a família, a menina está grávida de quatro meses.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário