Áudios. “Espero que você sofra muito”, disse pai após sequestro


Áudios da discussão entre Tatiana da Silva, Paulo Osório e a avó de Bernardo, depois de a criança ter sido sequestrada pelo pai na Asa Sul, reforçam a suspeita de que o crime foi planejado. O funcionário do Metrô-DF, de 45 anos, está preso e confessou ter matado o filho, de 1 ano e 11 meses.

Nos áudios, Paulo faz ameaças nas gravações, enquanto Tatiana implora, junto a avó da criança, para que ele devolva o menino. O motivo da discussão teria sido dinheiro, que seria direcionado a uma poupança feita para Bernardo. Paulo chama as duas de arrogantes e não diz onde está o menino. “O negócio é dinheiro? pode ficar com seu dinheiro, eu não preciso dele, não. Eu só quero o meu filho, quero o Bernardo”, diz a mãe do menino, desesperada.
Em meio a ameaças e reclamações de que o acesso ao garoto teria sido negado para ele e o pai, na época internado, Paulo usa um tom agressivo, afirmando que nem a mãe nem a avó de Bernardo iriam vê-lo novamente.
“Você vai morrer sem ver o Bernardo”, afirma ele para Tatiana.“O resto da sua vida, você vai passar sem um neto, assim como meu pai. E espero que você sofra muito, como disse que um dia eu ia sofrer”, disse, referindo-se à avó da criança.

Tatiana responde lembrando da vez que ela e a mãe sentaram com Paulo para fazer um acordo em relação a Bernardo e o homem teria recusado. Ela ressalta que nunca impediu o acesso do pai ao filho. “Você pegava o Bernardo a hora que queria, quando que a gente não deixou o Bernardo ver seu pai, a gente tentou visitar ele no leito de morte e você não deixou. A gente nunca fez nada contra você, você é maluco”, comentou Tatiana, nas gravações.


Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário