Samambaia ocupa terceira posição com 1.153 casos de violência contra mulher no DF



SUBWAY
Em meio a recorde de feminicídios, o Distrito Federal vai ganhar a segunda unidade da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), na região oeste. Além disso, o governo anuncia que implantará a Casa da Mulher Brasileira em Ceilândia e núcleos integrados de atendimento nas delegacias de polícia. Por fim, serão ampliados e fortalecidos os projetos de responsabilização e reeducação dos agressores.


Samambaia registra terceira posição de crimes contra mulher que já são cerca de 1.153 casos de violência na cidade no ano de 2018, Ceilândia ocupa o primeiro lugar com 2.453 casos de viol~encia contra a mulher.
O Executivo local também pretende dispor de um dispositivo de monitoramento eletrônico de proteção em caso de medidas protetivas de urgência, realizar campanhas de conscientização da população, reestruturar e ampliar os equipamentos de atendimento à mulher vítima de violência das Regiões Integradas de Segurança Pública, entre outros.


Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário