Menina de 9 anos é encontrada morta pendurada em árvore



Uma menina de 9 anos de idade desapareceu de uma festa no Centro de Educação Unificada (CEU) Anhanguera, na zona norte de São Paulo, e foi encontrada morta no último domingo (29/09/2019), amarrada pelo pescoço a uma árvore. As informações são do jornal Agora.

Até o momento, segundo a polícia, o principal suspeito é um garoto de 12 anos. Ele teria contado ao menos três versões diferentes sobre a morte de Raíssa Eloá Capareli Dadona. O menino disse ter matado Raíssa, mas depois voltou atrás e afirmou ter sido obrigado por um homem a ir até o parque Anhanguera, onde o corpo da menina foi encontrado. Os dois estudavam na mesma escola.
A mãe de Raíssa, Rosevânia Capareli Rodrigues, contou à polícia que deixou a filha na fila de um brinquedo e foi comprar pipoca para o irmão da menina. Ao voltar, a garota não estava mais lá e comunicou a direção da escola sobre o desaparecimento.

Próximo do corpo, a polícia encontrou um par de chinelos e um pedaço de lona vermelha. Imagens de segurança também mostram o momento em que Raíssa aparece caminhando de mãos dadas com uma crianças. Segundo os investigadores, seria o menino. A polícia pediu a apreensão do garoto.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário