Chega a 21 o número de mortes por dengue no Distrito Federal em 2019



O número de mortes no Distrito Federal em decorrência da dengue subiu para 21. Além disso, houve 31 casos graves em que as pessoas sobreviveram. No mesmo período de 2018, foram confirmados dois casos graves e um óbito. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Saúde nesta segunda-feira (27/05/2019).

O Boletim Epidemiológico da Dengue reúne informações de 1° de janeiro a 18 de maio. Nesse período, foram notificadas 21.360 ocorrências, das quais 20.752 (97,2%) são de moradores o Distrito Federal. Desse total, 18.649 são de casos prováveis da enfermidade.

Segundo o diretor de Vigilância Epidemiológica, Delmason Carvalho, diferentemente dos anos anteriores, em 2019 há uma confluência de situações que contribuem para o aumento de casos.
Entre esses fatores, ele destaca as fortes chuvas das últimas semanas, que fizeram as larvas do mosquito Aedes aegypti eclodirem, com predominância do vírus tipo 2, bem mais agressivo do que o do tipo 1.

“A dengue do tipo 2 tem uma probabilidade maior de causar ocorrências mais graves e, com isso, óbitos. Quando começa a circular um vírus diferente, mais pessoas têm maior probabilidade de serem contaminadas. Em outros anos, esse era um vírus que não tinha predominância. Por isso, em 2018, houve menos casos”, ressalta Carvalho.

A Secretaria de Saúde recomenda que, em caso de suspeita de dengue, o primeiro local a ser procurado seja a Unidade Básica de Saúde (UBS). Os sintomas são febre, dores de cabeça, atrás dos olhos e nas juntas e, em alguns casos, manchas avermelhadas pelo corpo. (Com informações da SES-DF)

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário