Homem é acusado de sequestrar filhos e engravidar enteada de 13 anos



UmA denúncia anônima permitiu à polícia descobrir o paradeiro de um homem acusado pela ex-mulher de ter sequestrado, em 23 de março, seus dois filhos, de 6 e 7 anos, e a enteada, de 13. Ele foi encontrado com as crianças e preso em São Gonçalo do Gurgueia (PI), na tarde desta quinta-feira (4). Segundo a família das vítimas e a Polícia Civil de Goiás (PCGO), a pré-adolescente está grávida e o pai seria o próprio padrasto.
De acordo com os investigadores, o homem chegou ao município de 3 mil habitantes no começo desta semana e se apresentou como marido da menina de 13 anos. Na história contada pelo suspeito aos moradores da cidade, os outros filhos seriam adotados e eles buscavam um recomeço com a mudança.
O homem e a mãe das crianças, de 27 anos, foram casados por quase oito anos e estavam separados há cerca de oito meses, quando foi denunciado o sequestro. “Existia uma relação muito boa na família, tanto que frequentavam a casa um do outro. Ninguém esperava isso. Não era um desconhecido”, lamenta a tia das vítimas.
Segundo a tia, a pré-adolescente, que é fruto do primeiro casamento da mulher, apresentava um comportamento retraído nas últimas semanas e a mãe ficou desconfiada. “Ela só andava de casaco e não falava muito. Minha irmã até brincou que ia levá-la ao médico para descobrir que frio todo era aquele. O erro foi falar na frente do ex-marido”, relatou.


Ela acredita que o homem tenha se alarmado com a possível ida da adolescente ao médico, por supostamente temer a descoberta da gravidez. “Ele conheceu a menina quando ela só tinha 4 aninhos. Ele destruiu nossa família. Além do trauma na garota, como explicar para os menorzinhos que o irmão deles também é sobrinho deles?”, desabafou.
A mãe viajou ao Piauí na noite de quinta-feira (5) e deve retornar a Ceilândia, onde mora, com seus três filhos às 2h deste sábado (6/4). Até a chegada dela, as crianças teriam ficado na casa de uma senhora que se voluntariou a ajudar, com consentimento da família e de um oficial de Justiça local.
RelatosNo depoimento prestado em 26 de março ao delegado Daniel Marcelino, no Centro Integrado de Operações Policiais (Ciops) da Cidade Ocidental (GO), a mãe contou que havia visto o ex-marido e os três filhos pela última vez em 22 de março. Na data, foi a cerimônia de colação de grau dela no curso de recursos humanos.


Segundo a mulher, o suspeito teria pedido para sair mais cedo com as crianças sob a justificativa de levá-las para chácara do seu pai, em Cristalina (GO), a cerca de 150 quilômetros do DF. A promessa inicial era devolver os três até as 16h de domingo (24/3). No entanto, de acordo com a mãe, o ex-marido adiou a volta, inicialmente para o dia 25, após dizer que o pneu do carro havia furado.
No dia 26 de março, o homem teria parado de atender as ligações. Ela disse que foi à chácara atrás de informações. O idoso, porém, teria informado que não havia visto os netos no fim de semana. A mulher teria se dirigido, então, à casa do ex-companheiro, na Cidade Ocidental.
No local, ela revelou ter encontrado o imóvel vazio e ouvido de vizinhos que o morador havia retirado todas as coisas alguns dias antes. Segundo a mãe, depois de receber a notícia, ela resolveu procurar a delegacia da cidade para registrar o boletim de ocorrência.


Nesta quinta, um morador de São Gonçalo do Gurgueia teria reconhecido o suspeito após ver uma notícia veiculada sobre o caso. Ele teria acionado a polícia local, que prendeu o suspeito e comunicou o fato aos investigadores de Goiás.
fonte: METROPOLES

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário