Mulher que sequestrou bebê no Conic é assassinada pelo companheiro





Em junho de 2017, Cevilha Moreira dos Santos, 45 anos, foi acusada de cometer um crime grave. Ela sequestrou um bebê em uma agência de emprego no Conic, no Setor de Diversões Sul, e acabou presa e condenada. Quase dois anos depois, a mulher foi encontrada morta em casa na madrugada desta segunda-feira (11/3), em Sobradinho.
ESSENCIAL MOVEIS
O crime, tratado como feminicídio, ocorreu na residência onde ela vivia com o companheiro, Macsuel dos Santos Silva, 35. O homem não tem antecedentes criminais e é suspeito pelo assassinato, segundo informações da Polícia Civil do DF. Ele fugiu do local e está sendo procurado pelos investigadores.


Segundo a PCDF, a vítima tinha marca de facada no peito, sangue na boca, no nariz, e estava com a língua inchada quando foi encontrada em casa. Vizinhos da quitinete onde o casal morava na Quadra 5 de Sobradinho ouviram barulho de briga no imóvel, pouco antes do assassinato.
O chefe da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), Hudson Maldonado, ouviu, na tarde desta segunda, testemunhas que possam ajudar a elucidar o feminicídio. “Estamos tentando entender ainda.



Os vizinhos viram a movimentação da Polícia Militar por volta de meia-noite de domingo (10) na residência do casal. Os policiais bateram na porta do imóvel, mas ninguém atendeu. Foram embora e voltaram 30 minutos depois. A corporação confirmou a informação, mas disse que recebeu mais de um chamado para o caso e, em um deles, o denunciante informou o conjunto errado da casa.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário