Homem é encontrado morto com 20 facadas



Investigadores da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) prenderam um casal suspeito de matar um morador de rua de 52 anos, na madrugada de terça-feira (12/2), no Parque da Cidade. De acordo com a PCDF, Silvana Alves Moreira, 20 anos, confessou o crime, que teria como motivação uma dívida de drogas. Ainda segundo a corporação, a suspeita contou com a ajuda de Marcelo Pereira de Jesus, 20. A vítima levou mais de 20 facadas e quase teve o pescoço degolado.
O delegado João Ataliba Nogueira Neto explicou que, a princípio, a mulher alegou ter praticado o crime sozinha. Porém, a brutalidade apontou que ela teria tido um comparsa. Confrontada pelos policiais, Silvana acabou delatando o coautor, preso na madrugada desta quarta (13). Relatou ainda que, para envolver o parceiro, argumentaria ter sido violentada pelo morador de rua.
UNID.SAMAMBAIA
Silvana disse que ela e seu comparsa encontraram Givaldo Gomes da Silva dormindo em um quiosque atrás do Parque Nicolândia, por volta das 4h, quando iniciaram uma discussão. A suspeita deu os primeiros golpes, em seguida, Marcelo atacou a vítima.
Após o assassinato, eles retornaram à invasão onde moram, próximo ao parque, e esconderam a faca, o facão e as roupas sujas de sangue. O que facilitou a solução do crime foi o fato de a mulher ter retornado ao quiosque para saber se o desafeto havia realmente morrido. De acordo com a PCDF, Silvana chegou a ser ouvida como testemunha, mas acabou confessando o homicídio.
Memória
No dia 16 de dezembro de 2018, o corpo de Robson Milton Santos, 40, foi encontrado próximo ao Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima apresentava trauma no rosto, estava despida e sem documentos. Provavelmente, o homem foi espancado até a morte.
No dia 20 de dezembro, investigadores da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) prenderam o suspeito de matar Robson. A PCDF chegou até Diogo José Veloso das Neves, 21, depois que ele postou um vídeo nas redes sociais ao lado do corpo da vítima.
Em mensagem postada, Diogo afirma, em tom irônico, que rasgou o pescoço de Robson, já no final do espancamento. Policiais cumpriram mandado de prisão temporária contra o suspeito no Setor Leste do Gama durante a deflagração da Operação Castle.
No dia 26 de maio, outro crime bárbaro no Parque da Cidade. Um adolescente de 16 anos foi espancado até a morte durante uma festa de música eletrônica no local. Suspeitando de que o garoto havia roubado um celular, o que não foi comprovado, um grupo de 20 pessoas cercou e linchou o menino.
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário