Mulher é morta por marido durante visita íntima


Uma mulher foi morta pelo marido durante uma visita íntima dentro do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Jundiaí, interior de São Paulo, no último domingo (27).
Nicolly Guimarães Sapucci, de 22 anos, chegou a ser encaminhada ao Hospital São Vicente de Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.  Michael Freitas, de 25 anos, teria dado diversos golpes e chutes na cabeça vítima.


Segundo a SAP (Secretária de Administração Penitenciária) por volta das 15h50, perto do término do horário da visitação, o agente que estava conduzindo os visitantes para fora do pavilhão percebeu que a mulher em questão não havia saído da cela onde acontecia a visita íntima.  No mesmo momento, alguns detentos solicitaram socorro alegando que uma visitante teria sofrido um acidente na cela. 
O homem foi autuado em flagrante por homicídio. Em depoimento, o suspeito afirmou que a discussão for motiva por ciúmes. O caso foi registrado na Delegacia da Mulher de Jundiaí.
Em seu perfil em uma rede social Nicolly fez um desabafo sobre a sua virada de ano e supostas desavenças com o parceiro. “Como foi a virada do ano para mim? Foi boa, bebi, brinquei, me diverti com amigos e familiares. Aí vem um ‘nossa mais seu marido está preso você não deveria tá aqui’. Sim eu deveria porque ele mesmo me falou para mim curtir e aproveitar bastante. Falou que me amava e me desejou um FELIZ ano novo”, escreveu.
CROSS LIFE SAMAMBAIA
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário