Mulher cura de câncer após marido abandonar ela

Ouvir de um médico que há um câncer se desenvolvendo dentro de nós é destruidor, e ainda mais arrasador quando a pessoa com que tanto contamos decide ir embora nesse momento tão delicado. A história de Caroline Alencar, 36 anos, foi divulgada pelo jornal Extra nesta quinta-feira (3/1), tornando-se uma prova de superação.

Abandonada pelo marido após uma consulta médica reveladora, a maceioense contou com a ajuda da família. Antes disso, porém, foi humilhada pelo ex-companheiro – com quem estava casada havia um ano. “Ele disse que ninguém ia me querer, que eu ia ficar careca e mutilada, mas há homens que não são que nem ele e que só mostram o quanto ele foi fraco”, disse à entrevista.




Estou feliz por tudo o que ocorreu, foi positivo. Deus me livrou daquele homem, me mostrou que nunca precisei dele pra nada. Graças a Deus estou curada, com um pensamento diferente, sou uma nova mulher, estou bem”, garantiu Caroline.

Em 2015, após sentir um nódulo em um dos seios, Caroline informou ao então marido que precisava se consultar com um médico. A visita ao hospital foi adiada por negligência do homem, mesmo ela desejando tê-lo ao seu lado se tivesse de ouvir uma notícia ruim.
Morando em Fortaleza (PE), Caroline viajou para Maceió (AL) a fim de visitar a família. Em conversa com sua mãe, relatou a presença do nódulo. “Fomos ao médico. No quinto dia, levei o resultado no mastologista e tive o diagnóstico. Ali meu mundo desabou”, relembrou.


Sem condições de pagar o tratamento, a jovem entrou em desespero e contatou o ex-marido. “Ele não queria me ajudar. Comecei a desconfiar. Disse a ele que eu deveria fazer o tratamento, mas tinha minha casa, meu trabalho. E ele respondeu: ‘Se você quiser voltar, volte com sua mãe, porque eu não posso parar a minha vida'”, disse Caroline.
Ela iniciou o tratamento com muito custo em Maceió mesmo, com a família, e teve grande apoio da irmã. Enquanto lutava contra o tumor, outra tempestade invadiu seu castelo e o derrubou: seu ex-marido quis o divórcio. “Meu psicológico já estava abalado por causa da doença e ainda veio o abandono do marido”, declarou Caroline.

Ela, porém, só viu benefícios no fim do casamento e conseguiu reconstruir sua fortaleza. “Isso foi livramento de Deus. O que mais me deixou triste foram as atitudes dele. Isso me enojou […] Deus me mostrou que às vezes a doença vem e não é por mal, é para mudar a vida. Eu nunca perguntei: ‘Por que comigo, Deus?'”, ressaltou.





Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário