Semi final fica dramática e é decida nos pênaltis em Samambaia

Ataque contra defesa jogo sem gols e o drama nos pênaltis clássico e clássico Al Qaeda e Estrela Vermelha. 
Um jogo emocionante entre Al Qaeda e Estrela Vermelha ataque contra defesa uma batalha com posse de bola de 60% Só deu La bestia (Estrela Vermelha). 



Um ataque fulminante e uma defesa solida foi assim o jogo entre os dois times favoritos para levar a taça. O Al Qaeda com linhas mais compactas, defendeu melhor. O Al Qaeda sem o meia Lucas Modric e outro time. 



O goleiro Rapadura seguiu salvado os Talibãs fazendo grandes defesas, o Estrela atacava, atacava mais pecava nas finalizações dos seus atacantes Perere Love se apresentou, driblou, criou mais não fez gols, mesmo assim ele teve uma grande atuação o meia Moica e Gleisinho também tiveram boas oportunidades mais não marcaram o Estrela no início do jogo teve uma chance incrível com o meia Moica que tocou na saída do goleiro Rapadura mais o lateral Potoca salvou.

 O Al Qaeda só se apresentou no ataque e finalizou três vezes. Muito pouco para um time com grande poder de ataque. O Estrela tentava concluir as jogadas, a vitória não veio por detalhes. Nos 80 minutos na decisão por pênaltis, a previsão era de drama para os ambos os times
Rapadura herói, Potoca também herói
Nas cobranças de pênaltis, Rapadura pegou dois pênaltis e Alexandre Potoca assentou o pênalti decisivo que deu a vitória aos Talibãs por 6 a 5.
Fotos e Texto; Marco Antonio Tchefy
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário