Pai de aluno que passou fome em escola consegue emprego em Samambaia

Antônio vai trabalhar no lava a jato de um posto de Samambaia. “O dono pediu para eu ir lá nesta terça [6]. Vamos conversar mais, e me pediu que tirasse a Carteira de Trabalho para que eu seja fichado”, comemorou.
O ex-ambulante vendia água, doces e salgadinhos próximo à Feira de Ceilândia, mas perdeu o carrinho e toda a mercadoria durante uma ação da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), que apreendeu o material.
Até então, a família vivia com os pouco mais de R$ 1 mil do trabalho de Antônio, o suficiente para pagar o aluguel, comprar comida e quitar as despesas da casa. A partir daquele momento, ele passou a catar latinhas pelas ruas da cidade e em portas de grandes eventos.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário