Mulher de 92 anos mata filho por não querer ir pra asilo


Uma mulher de 92 anos matou o próprio filho, nessa segunda-feira (2), por se negar a ir para um asilo. A americana Anna Mae Blessing foi indiciada por assassinato, agressão agravada por uso de arma de fogo e sequestro.
De acordo com a polícia local, Thomas Blessing, de 72 anos, levou a mãe para morar com ele e a namorada há cerca de seis meses. Em depoimento, a suspeita disse que ouviu várias vezes as intenções de seu filho de levá-la para um lar de idosos e ficou insatisfeita.
Após atirar no filho, a mulher ainda tentou atingir a namorada dele, de 57 anos, cuja identidade não foi revelada. A vítima lutou contra a idosa e conseguiu impedi-la de efetuar novos disparos.
“Enquanto a suspeita estava sendo escoltada para fora da residência, ela fez uma declaração espontânea, algo como: ‘Você tirou minha vida, agora tiro a sua'”, revela um documento do tribunal.
A idosa, que tinha duas armas desde os anos 1970, contou à polícia que pretendia se matar após o crime. De acordo com ela, a polícia deveria “colocá-la para dormir” por suas ações. No momento, está na cadeia sob uma fiança estipulada em US$ 500 mil (cerca de R$ 1,9 milhão).
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário