Motorista de aplicativo sofre sequestro-relâmpago é liberado em Samambaia e criminoso é preso

Um motorista de aplicativo de Brasília foi vítima de sequestro-relâmpago na tarde de segunda-feira (11). O profissional ficou quase uma hora refém. Ele foi sequestrado pelo suposto passageiro, que chamou a corrida no Riacho Fundo 2 por volta das 17h.

O rapaz, Daniel Reis Dourado, de 19 anos, tinha se identificado com nome diferente do que aparecia no sistema. O motorista desconfiou, mas como o homem acertou o destino, Samambaia, seguiu viagem.

“A partir deste momento, ele já entrou no carro e disse que se eu demonstrasse medo, ele simplesmente atiraria. Ele disse: ‘Porque hoje eu já matei um, e para matar outro é daqui para ali, então fica calado porque você já sabe que eu não tenho nada a perder’”, relatou o motorista.

O homem tomou celular, carteira, documentos, corrente de ouro e o relógio do motorista, que foi liberado na altura da 516 de Samambaia. No local, encontrou um conhecido e pediu ajuda. Juntos, seguiram de carro o assaltante até o Recanto das Emas. A polícia foi chamada no caminho.
“Em determinado ponto, na altura da 801, ele adentrou uma rua e infelizmente colidiu com um outro veículo, deixando o carro roubado avariado. Saiu de imediato, empreendeu fuga, tentamos acompanhá-lo, até que tivemos êxito em pegar nas proximidades”, relatou o sargento Vital Schaeffer.
Daniel Reis Dourado foi preso saindo de uma padaria. Ele tinha acabado de fazer compras com o dinheiro da vítima. Segundo a PM, a arma usada por ele era falsa. Daniel estava em liberdade provisória e tinha passagens por roubo e receptação.
“Acho que não vou tirar esse pânico que eu senti. Acho que em todas viagens que eu for fazer, vou ficar com esse trauma na minha cabeça.”
Com informações do G1
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário