É muito sofrido assistir ao jogo do Brasil sem um amigo, afirma Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou após a vitória da seleção brasileira sobre a Sérvia que sofre porque assiste às partidas de futebol sozinho na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, onde cumpre sua pena.
Mesmo preso, Lula comenta a Copa do Mundo na TVT (TV dos Trabalhadores). Ele participa do programa “Papo com Zé Trajano”, comandado pelo jornalista José Trajano, ex-ESPN.
“Estou sentado na minha cela sozinho e não tenho TV a cabo. Portanto você sabe como estou assistindo. Sem um amigo para discutir o jogo é muito sofrido”, afirmou o petista em comentário enviado a Trajano nesta quarta (27).
Sobre o jogo, Lula afirmou que o Brasil foi superior ao adversário, principalmente no segundo tempo. Para o ex-presidente, mesmo com dificuldade, essa foi a melhor partida da seleção no Mundial.
“Agora é tentar crescer a cada jogo e colocar o coração no bico da chuteira, porque mata-mata não é brincadeira e ninguém vai dar mole para o Brasil”, disse.
O ex-presidente pregou cautela e afirmou que o Brasil pode melhorar seu desempenho, alertando que é preciso cuidar da defesa.
Sobre o México, o adversário do Brasil nas oitavas de final, Lula afirmou que é um “time encardido”. “Contra os brasileiros eles crescem”.
Ele também comentou a eliminação da Alemanha ainda na fase de grupos. “Fiquei pensando o que os nossos comentaristas de 2014 iriam dizer da Alemanha, que parecia, na visão deles, o país do futebol”.
Lula está preso desde 7 de abril na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. O ex-presidente tem em sua cela um aparelho de TV, pedido por ele para assistir aos jogos do Corinthians. O político foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro referentes ao caso do tríplex do Guarujá, litoral de São Paulo.
O ‘Papo com Zé Trajano’ vai ao ar de segunda a sexta, das 18h15 às 19h, na TVT e na rádio Brasil Atual.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário