Falsos revendedores de produtos de beleza são presos no DF



Agentes da 24ª DP em Ceilândia, realizaram esta semana, ações que resultaram na prisão de cinco pessoas, na apreensão de um adolescente infrator e de objetos ilícitos.

Na terça-feira (15), os agentes efetuaram a prisão de um casal pelos crimes de estelionato e associação criminosa. W.A.N, 31 anos, e K.L.R., 41, foram flagrados na própria residência, localizada QNR 4 – Ceilândia. No local, os policiais encontraram diversos produtos de beleza e cosméticos suspeitos de terem sido adquiridos de forma fraudulenta. 

De acordo com o apurado, o casal, passando-se por consultor de vendas das empresas Natura, Boticário e Avon, realizava encomendas em nome de diversas vítimas. A dupla também afirmava ser atuante no setor de maquiagem, perfumaria e cosméticos.

“As investigações prosseguem para apurar a conduta de outros envolvidos nesse esquema fraudulento e, ainda, na identificação de outras vítimas”, destaca o delegado-chefe da 24ª DP, Ricardo Viana.

Ações da 24ª DP resultam em prisões 

Na mesma data, a equipe da 24ª DP prendeu M.O.C., 19, pelos crimes de corrupção de menores, tráfico de drogas e apologia ao crime. O criminoso já era monitorado, por meio das redes sociais, em virtude de posts relacionados à gangue Expresso 19. Ele fazia uma transmissão ao vivo, juntamente com um adolescente infrator, 15 anos, consumindo maconha em apologia ao crime.

Foram ainda registradas, no sistema da PCDF, várias denúncias de tráfico de drogas na residência de M.O.C, situada na QNO 19 – Ceilândia. No local, os policiais apreenderam dinheiro, porções de maconha, crack e rohypnol.

A última ação, ocorrida na segunda-feira (14), resultou na prisão de C.B.S.S., 25, acusado de roubo e furto. O homem foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. Ele é acusado de um crime de furto a um restaurante, em março deste ano, além da prática de outros crimes da mesma natureza na área de Ceilândia.

Cumpridas as formalidades legais, os autores foram recolhidos ao sistema prisional e o menor apresentado à DCA 2.

Informações PCDF 
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário