Cidadãos lotam unidades do TRE-DF para emitir título de eleitor

Futuros eleitores correm contra o relógio para fazer o cadastro na Justiça Eleitoral. O prazo termina nesta quarta-feira (9). Muita gente deixou para tirar o título de eleitor na última hora, e por isso filas serão desafios necessários. Diante deste cenário, excepcionalmente, o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE/DF) funcionará em todos os cartórios eleitorais, das 8h às 18h, para atendimento ao eleitor.
Na manhã desta segunda-feira (7), futuros eleitores formaram grandes filas na Asa Norte, Sobradinho e Águas Claras. O cadastramento é necessário para os cidadãos com mais de 18 anos e que ainda não fizeram o primeiro título de eleitor. Quem tem entre 16 e 17 anos com interesse de participar das eleições deste ano também está inserido neste grupo e deve correr até a Justiça Eleitoral, mas a participação é facultativa.
Troca de domicílio
O prazo também é o limite para os eleitores interessados em trocar de domicílio eleitoral. Ou seja, possuem um título de outro estado, mas residem no DF e pretendem votar nas urnas brasilienses. O mesmo vale para quem tem o interesse de mudar o local de votação, pois mudou de endereço ou até mesmo de região administrativa. O recadastramento também é necessário para os eleitores com restrições, a exemplo de problemas de mobilidade ou visuais.
E nesta eleição também terá a novidade da possibilidade da inclusão do nome social no título. Neste caso, o dia 9 também será a data limite. Em função do comportamento dos últimos dias, o TRE projeta filas crescentes até as 18h de quarta-feira. Detalhe importante: a quarta-feira não é a data limite para os eleitores interessados em tirar a 2ª via do documento eleitoral.
Para os futuros eleitores que não se regularizarem, o primeiro prejuízo será a impossibilidade de participação nas eleições, inclusive para expor a indignação com voto em branco ou nulo. A pendência impede a retirada de passaporte, de matrícula em universidades públicas e posse em cargos públicos. O cidadão também será obrigado a pagar uma multa para a Justiça Eleitoral.
Serviço
Para a regularização, o eleitor pode comparecer a qualquer cartório do DF, independente do local de votação, no horário especial das 8h às 18h. O Na Hora da Rodoviária também receberá futuros eleitores nesta situação.
O cidadão deve ter em mãos documento oficial com foto e um comprovante de residência recente.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário