Internados adolescentes que arremessaram criança de ônibus em Samambaia

A dupla de adolescentes que arremessaram uma menina arremessada de um ônibus em movimento na véspera da Páscoa foi internada dois dias depois da identificação. Os meninos, de 15 e 16 anos, confessaram o crime, mas não foram apreendidos porque o flagrante já havia passado, mas tiveram a internação provisória determinada na quarta-feira (4).

 O caso aconteceu há uma semana, em um coletivo que faz linha circular Samambaia Sul/Norte. A criança de oito anos foi jogada do coletivo após pedir que ficasse com o chocolate que tinha acabado de ganhar. Ela ainda está internada. Procurada, a família não quis se pronunciar sobre o caso.
O caso aconteceu no dia 29 de março. Os dois entraram armados com uma faca e ameaçaram as vítimas, levaram dinheiro do cobrador e pertences de todos os passageiros. Entre eles, estavam mãe e filha com a sacola com ovo de Páscoa. A menina teria pedido de volta o chocolate antes de descer do coletivo, mas o adolescente teria empurrado o ovo da sacola e empurrado contra a mãe e a menina caiu do ônibus em movimento.
Em seguida, a mulher se jogou para socorrer a filha. Feridas, as duas foram levadas ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e depois transferidas ao Instituto Hospital de Base (IHBDF). Nesta semana, a mãe teve alta, mas a criança segue internada sem previsão de alta. Apesar disso, ela não corre risco de morte.
Segundo informações da Polícia Civil, as investigações chegaram à faca usada no ato infracional análogo ao crime de roubo circunstanciado, além das roupas que um dos suspeitos vestia no dia do ocorrido. A Delegacia da Criança e do Adolescente II diz ter confirmado a participação da dupla após averiguação das imagens das câmeras de segurança do ônibus e do depoimento de testemunhas.
Nas redes sociais, uma testemunha contou sobre o ocorrido. “Presenciei uma cena de calamidade. Estava vindo de Taguatinga e, ao chegar no final de Samambaia Sul, descendo do ônibus, escutei um pedido de socorro. Ao chegar ao local, se encontravam uma mãe e uma menina de 8 anos caídas na pista, muito machucadas, havia muito sangue. No primeiro momento pensei se tratar de um atropelamento com fuga”, disse.
Memória
David de Brito Moreira, 21 anos, também foi arremessado de um ônibus em movimento durante assalto neste ano, na madrugada de 14 de fevereiro, em pleno Carnaval. Ele voltava para casa, em Planaltina, e foi jogado após tentar esconder o celular dos suspeitos. Ele ficou internado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Três adultos foram presos e três adolescentes apreendidos suspeitos de cometerem o crime.
Saiba mais
Segundo dados da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social (SSP), 305 assaltos a ônibus foram registrados no Distrito Federal nos dois primeiros meses deste ano. Em média, representa cinco casos diários.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário