Famílias de Samambaia vivem em extrema pobreza no morro do sabão


A fome assusta, choca, impacta. Mas pior do que tudo isso, a fome mata. E dentro de tudo o que é possível se considerar como morte natural, a fome não parece estar na lista. Não pode estar, ou, pelo menos, não deveria. A fome não deveria matar. Alimentação é um direito do ser humano. Mas muita gente, milhares, morre de inanição, desnutrição, numa quase total ausência de alimentos. A miséria é uma realidade que assola a humanidade em praticamente todos os cantos do mundo, mas o continente africano, esse parece carregar sobre si as dores da humanidade.


Cerca de 20 familiais no Morro do Sabão localizado na Expansão de Samambaia, estão passando por muitas dificuldades, sem ter o que comer, sem tem o que beber, muitas estão desempregados, o pouco que ganha não dá para alimentar as crianças, e um total desespero.

Muitas dessas famílias não tem para onde ir, vindas de outros estados do Brasil, e sem família com chances de melhoras preferiu ficar no morro do Sabão  e hoje vivem na mais extrema pobreza.

Em 2018 é a época das Eleições, e como disse um dos moradores do morro do Sabão, os políticos já vieram aqui prometer tirar todos daqui, mas descrente o morador abaixa os olhos e chora.

Um local totalmente sem infraestrutura sem rede de esgoto e luz e não apropriado para se morar faz com que as famílias que moram nesse lugar não tenha o mínimo para viver.


Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário