Mulher confessa que matou aposentado do TRT com ajuda de amante


Elisângela Almeida de Miranda (foto de destaque), de 41 anos, foi presa suspeita de matar o ex-marido, de 63 anos. De acordo com a 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga), o crime ocorreu no dia 18 de março. Após a investigação, os policiais verificaram que a acusada estava separada da vítima, Valdeci Carlos de Sousa, servidor aposentado do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), por conta de uma relação extraconjugal. Ela teria matado o ex com a ajuda do amante, que segue foragido.
Para encobrir o crime, a mulher comunicou o desaparecimento do marido no dia seguinte. O delegado-chefe da 17ª DP, Joás Rosa de Souza, disse que por pouco o casal não escapou.
Por sorte, câmeras vizinhas à residência da mulher apontaram o envolvimento dela no crime. De acordo com a Polícia Civil, a suspeita permaneceu no imóvel da família, em Ceilândia, com o amante, José Willamy de Melo Raiol, 26 anos, em uma ação premeditada. Ela teria atraído o ex para a residência dando-lhe expectativas de reatarem o relacionamento. Mas, conforme apurações, tratava-se de uma emboscada.
No imóvel, depois de dominarem o homem, eles o colocaram no veículo e rodaram por todo o Distrito Federal. A mulher estava na direção do automóvel. O amante seguia torturando Valdeci de Sousa no banco traseiro.
FONTE: METROPOLES
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário