Projeto de eleição para administrador regional será vetado por Rollemberg


O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) informou que vai vetar o projeto aprovado pela Câmara Legislativa que prevê eleição para administrador regional. O texto determinava que o governador teria de escolher entre os três candidatos mais eleitos em cada local.
A medida aprovada pelos distritais confrontava a promessa de campanha de Rollemberg, que pretende tornar as eleições completamente diretas – sem depender de escolha final do Buriti.
“Vamos vetar e encaminhar durante a semana o projeto que define a eleição definitivamente direta”, declarou o governador.
“Esse projeto, do jeito que está vai criar muitas despesas porque prevê eleição separada da eleição tradicional, o que vai gerar um custo muito alto para o governo”, continuou Rollemberg.

Na Câmara

O projeto foi aprovado em dois turnos no começo de dezembro. Embora a participação popular para a escolha de administradores seja uma promessa de campanha de Rollemberg, a proposta votada pelos parlamentares é de autoria do deputado distrital Chico Vigilante (PT).
O projeto previa que qualquer eleitor inscrito na seção eleitoral da região administrativa poderia participar do pleito.
A ideia era que os candidatos ao cargo de administrador regional deveriam ter idade mínima de 25 anos, residência fixa na localidade há mais de um ano, experiência profissional de, no mínimo, três anos e idoneidade moral.
Segundo o projeto, a remuneração do administrador não poderia ser superior a 80% da fixada para os secretários das pastas do governo. Durante o exercício do cargo, o gestor deveria continuar residindo na região onde conseguiu os votos.
Todo o processo teria de ser organizado e concluído nos três primeiros meses do mandato do governador, com validade de quatro anos.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário