Família serve chope em velório de idoso

O mecânico João Ferrari, de 70 anos, já tinha informado para a família que não queria choro ou tristeza em seu velório. Diante do luto pela perda do patriarca da família, o filho decidiu honrar o pedido do pai e encomendou um barril de chope e colocou para tocar moda de viola em um dos recintos da Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Cascavel (Acesc), no Paraná, na manhã desta quinta-feira (28).
O neto do mecânico, João Vitor Ferrari, de 18 anos, contou que o avô e o pai selaram a promessa há anos, enquanto bebiam juntos. Inicialmente, os parentes hesitaram em cumprir a proposta, mas resolveram fazer jus à memoria de João Ferrari, conhecido pelas piadas e alegria constante.
“Teve o primeiro momento de luto, a gente já estava aqui no velório. Ele e meu pai estavam bebendo um dia e prometeram que não queriam nada triste, que ninguém ficasse chorando, quando partissem. Meu pai providenciou (o chope e a música) na hora. As pessoas ficaram meio assim (acanhadas), mas meu pai foi servindo todo mundo. Erguemos os copos perto do meu avô. Fizemos um brinde e uma oração”, recordou João Vitor.
Ainda segundo o neto, o avô ficou doente de repente. A doença, de acordo com João Vitor, teve início com uma gripe, que evoluiu para pneumonia. Com isso, João Ferrari já não bebia há algum tempo, mas “aproveitou a vida até onde deu”, concluiu o neto.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário