Venda de estatais do DF é uma alternativa, avisa secretário

A controversa proposta de privatização das empresas públicas não está no discurso oficial do governo Rollemberg (PSB). Extra-oficialmente, não há decisão sobre a adoção dessa espinhosa estratégia para a superação da crise financeira. No entanto, para o secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Valdir Oliveira, a venda das estatais é uma opção que deveria ser debatida. Sem precisar valores, Oliveira diz que a privatização poderia render mais de R$ 1 bilhão para o erário, além de liberar o Estado para focar nos serviços públicos essenciais. Na discussão sobre a procura de soluções para o Distrito Federal, o secretário também cita os tropeços do GDF.


“Acabei levantando essa polêmica nas redes sociais por uma convicção. Acredito estamos passando por momento de muita dificudade nas nossas contas públicas e Brasília tem um tabu: Esse tabu é privatização. Ninguém fala sobre isso no DF. Acho que as pessoas tem o receio de falar sobre isso, por que a cultura pública aqui é muito grande. Então a gente vê vários governos de várias linhas ideologicas, de vários números e ninguém nunca botou o dedo na ferida”, argumenta Oliveira.
Sobre as críticas de sindicatos e parlamentares, inclusive o próprio irmão o deputado distrital Chico Leite (Rede), que citam exemplos falhos de privatização fora do DF e no plano federal, Oliveira rebate apresentando o caso da telefonia. “Dizem que o melhor amigo do homem é cachorro. Não é não. É o telefone celular, porque dorme com ele”, rebate. O secretário também afirma que o debate é fundamental para o ajuste de contas e a ampliação dos serviços públicos com qualidade e eficiência.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário