Polícia desarticula quadrilha que usava CPF de pessoas mortas para aplicar golpes no DF

Nesta terça-feira (29/08) a Polícia da 24ª Delegacia de Ceilândia prendeu integrantes de uma quadrilha especializada em estelionato e furtos em bancos. Eles usavam o CPF de pessoas mortas que ainda não constavam como falecidas na Receita Federal e aplicavam o golpe.
Um gerente de uma instituição bancária e um ex-agente da Polícia Civil do DF estão sendo investigados pelos os atos, eles são considerados líderes da quadrilha.
O grupo falsificava documentos e se passavam pelas pessoas falecidas no banco e contraíam empréstimos, cartões e sacavam eventuais saldos disponíveis.
A operação foi batizada de Ammit, que significa na mitologia grega demônio que devora almas. Já foram apreendidos contratos bancários, cartões de banco, objetos que eram usados para falsificação, além dos documentos pessoais que foram falsificados.
Eduarda Fernandes
.


Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário