Motorista e populares evitaram tragédia em Samambaia

Aos onze dias do mês de fevereiro do ano de dois mil e dezessete por volta das 09h35min, quando de serviço de Superior de Dia ao CBMDF, este Oficial retornava de uma visita operacional de rotina ao Quartel do 16° GBM (Gama), quando escutou via rádio uma ocorrência que anunciava uma tentativa de suicídio, de uma pessoa que havia tentado se enforcar na passarela da DF 075 (BR 060), antes da Fábrica da Coca-Cola, no sentido samambaia para Núcleo Bandeirante.
Como este signatário estava próximo ao local, se dirigiu para referida ocorrência, e apesar do trânsito intenso, em dez minutos já se encontrava no local, e assistiu a guarnição do 36° GBM (Recanto das Emas), atuando no evento, com militares sobre um ônibus da linha Urbi da área 3 n° 330591, que estava parado logo abaixo da passarela, fazendo a estabilização do paciente, Sr. José Celso Correia, de 69 anos de idade, na prancha para depois retirá-lo de cima do ônibus e realizar o transporte para o hospital.
Enquanto auxiliava e orientava o resgate, este Oficial se inteirou da ocorrência, a qual será relatado a partir de agora, sobre a nobre e valiosa colaboração do 3° SGT QBMG/1 Luciano Chrisostomo Cardoso Matr. 1405408, lotado no 2° GBM.
O Sargento Chrisostomo, conduzia seu carro particular na via em lide, com seus dois filhos pequenos e se dirigiam para o Clube dos Bombeiros para um dia de lazer em família. Quando avistou um senhor pular da passarela com uma corda amarrada em seu pescoço e a outra extremidade presa a passarela, dessa forma, ficando pendurado e se debatendo pelo estrangulamento. O sargento, em um ato de coragem e impulsionado pelo dever propício da profissão Bombeiro Militar, imediatamente parou seu automóvel, passou o celular para um de seus filhos orientado-o a efetuar telefonema para emergência 193 solicitando socorro e informando da ocorrência e imediatamente demonstrando enorme atitude, interrompeu o trânsito, e solicitou que um ônibus parasse bem abaixo da vítima. De forma ágil e corajosa, o mesmo escalou a condução e alçou seu teto, alcançando assim, o paciente que se debatia preso pela corda ao pescoço, em ato contínuo o abraçou e o suspendeu, aliviando seu peso à corda e com muita destreza conseguiu desfazer o nó que o prendia.
Após liberar o paciente da corda, deitou o mesmo ao teto do ônibus o acalmando e aguardou a chegada do socorro, que em dez minutos já havia chegado ao local para assumir a ocorrência.
Dessa forma sugiro um Elogio ao 3° SGT QBMG/1 Luciano CHRISOSTOMO Cardoso, Matr. 1405408, pelo seu comprometimento profissional, quando em sua folga prestou um ato de coragem e altruísmo em salvar uma outra vida, demonstrando o verdadeiro valor do profissional Bombeiro Militar, principalmente em momentos de crise em que nossas instituições encontram-se ameaçadas, o seu ato coloca em voga o dever de nossa profissão, que seja onde for, quando for, sempre estamos apostos a colocar nossa vida, nosso empenho e dedicação em prol do próximo.


FONTE: PMDF
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

2 comentários:

  1. A matéria acaba com um elogio e esquece do desfecho da vítima. Um monte de parlatório pra depois esquecer do principal. preste atenção, e como se encontra o suicida?

    ResponderExcluir