Campanha da CEB estimula uso racional de energia

Companhia Energética de Brasília, por meio de sua subsidiária de distribuição (CEB-D), lança, nesta quarta-feira (1º), a campanha Economizar energia faz bem para todo mundo. O objetivo é conscientizar o consumidor para o uso racional de eletricidade.

As marcas da campanha são uma forma circular, em alusão ao planeta, e a cor verde, que lembra o meio ambiente. Os dois símbolos, segundo a companhia, trazem a mensagem de que todos devem contribuir para minimizar os danos à natureza.
No Brasil existem 219 usinas hidrelétricas, 2.925 termelétricas, 414 eólicas e 42 solares. Em Brasília, há em funcionamento apenas a Usina Hidrelétrica do Paranoá. Mesmo que grande parte da oferta local seja proveniente de outras unidades da Federação, a CEB alerta que o compromisso com o consumo consciente é o mesmo.

Impactos ambientais na geração energética

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), todas as fontes de energia produzem impactos ao meio ambiente. Porém algumas são mais danosas que outras.
As hidrelétricas provocam inundação de áreas — destruindo fauna e flora —, interferência no curso natural dos rios e nos seus ciclos, e deslocamento de populações. As termelétricas contribuem com o aquecimento global devido à queima de combustível, sendo o carvão mineral um dos mais poluentes.
Já a energia solar implica também um processo devastador decorrente de mineração para fabricação da célula fotovoltaica. A eólica, por sua vez, causa poluição sonora e deslocamentos da fauna.
A divulgação da campanha será por meio da distribuição de 100 mil folders com informações educativas de como usar racionalmente a energia. Serão também distribuídos adesivos do “Selinho Consciente”, para colocação ao lado de interruptores de luz e de imãs de geladeira.
Esses materiais estarão disponíveis nas agências da Companhia. Um vídeo informativo, a ser compartilhado nas redes sociais, poderá ser acessado no site www.ceb.com.br.

Sistema de bandeiras tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias tem como função informar ao consumidor sobre os custos da geração de energia. São elas: verde, amarela e vermelha.
A verde indica condições favoráveis, pois são acionadas poucas usinas termelétricas e não há cobrança extra na conta de luz. A amarela, que indica condições menos favoráveis, acarreta acréscimo de R$ 0,015 para cada quilowatt-hora consumido.
A bandeira vermelha, que indica situação crítica, é dividida em dois patamares, com penalização gradativa conforme a quantidade de usinas termelétricas acionadas. O de número 1 ocasiona acréscimo de R$ 0,030. No patamar 2, o aditivo é de R$ 0,045 por quilowatt-hora consumido.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário