Após complicações, garoto baleado por policial volta para o hospital

O menino baleado por um policial civil do Distrito Federal está internado novamente. Após receber alta, no domingo (23/1), Luís Guilherme, 6 anos, sentiu dores e cansaço. Seguindo recomendação médica, retornou para o Hospital Santa Helena, na Asa Norte, cerca de 24 horas depois. Ele já havia permanecido 25 dias internado na unidade de saúde devido ao ferimento. 


A mãe de Luís Guilherme, Paula Caxias, contou que o projétil está alojado no pulmão. “Os médicos pediram exames para saber se ele poderá continuar com o projétil ou se será operado novamente”, explica. A preocupação da mãe é se a criança, que está com a saúde frágil, aguentará outra operação.

Ela relatou que a bala entrou nas costas do menino, do lado esquerdo, quebrou duas costelas, machucou o pulmão esquerdo, entrou no coração e ficou alojada no pulmão direito. “Eu não estou preocupada de ter voltado. Sei que isso é o mais seguro para ele. Minha preocupação é o que os exames vão dizer, se há necessidade de outra cirurgia. Ele operou não tem nem um mês, está muito debilitado”, relatou, emocionada. 

Luís Guilherme estava hospitalizado desde 6 de janeiro, quando levou um tiro do policial civil Sílvio Moreira Rosa. Ele atirou contra o carro em que o menino estava com os pais, na BR-070, no município de Cocalzinho (GO).

Fonte: CORREIO BRAZILIENZE
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário