Policiamento de Samambaia trabalha com projeto contra a violência doméstica

O comando do 11º Batalhão de Polícia Militar de Samambaia, apresenta os dados do Policiamento PROVID (prevenção orientada à violência doméstica) realizado no ano de 2016 e comemora os números que atestam a diminuição da reincidência nos casos de agressão contra a mulher na cidade de Samambaia.


No corrente ano foram realizadas: 556 (quinhentas e cinquenta e seis) intensificações de policiamento (PROVID) junto a famílias em contexto de violência doméstica. Ao todo foram atendidas 53 famílias que receberam o atendimento. No tocante a violência familiar, as agressões contra a mulher totaliza 66% ; violência e maus tratos contra o idoso 25% e violência contra a criança e adolescente 9%. Os policiais destacam e as vitimas confirmam que com o acompanhamento do PROVID o índice de reincidência nas agressões diminuíram na grande maioria dos casos.
A senhora Maria das dores que é acompanhada pelo Programa diz que *“Os Policiais do PROVID foram os seus Anjos da Guarda, a presença constante da policia afastou o agressor, que passou de fato a cumprir a medida protetiva*”.
O comandante destaca que os esforços visam garantir a segurança da população na cidade Samambaia e enfatiza que os resultados apresentados são consequências de um planejamento bem elaborado e empregado nas ações de policiamento desenvolvidas de forma excepcional pela equipe do PROVID.

Os processos acompanhados pela equipe são recebidos do MPDFT, NAFAVD, CASA AZUL, CREAS, CRAS, espontâneo do batalhão e demais parceiros da Rede Social de Samambaia.

O principal objetivo é garantir a segurança das mulheres, mas além disso, resgatar a sua autoestima, mobilizá-las para resgatarem sonhos, projetos, valores e seguirem em frente de cabeça erguida reescrevendo novas narrativas de vida, a fim de empoderar as vitimas a buscarem seus direitos e denunciar toda forma de violência doméstica.
* Nome fictício.
PROVID atendimento Samambaia
3190-1150
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário