Ex-chefe de gabinete de Rollemberg é um dos participantes do BBB 17

A TV Globo está anunciando, nesta quarta-feira (18/1), os participantes da 17ª edição do Big Brother Brasil. O programa vai ao ar nesta segunda-feira (23) com uma série de novidades na programação.

A começar pela seleção de candidatos. Foram escolhidas pessoas de onze capitais brasileiras – pela primeira vez Manaus (AM) e Maceió (AL) participaram da seletiva. Além disso, antes do confinamento, duas duplas de gêmeos vão disputar entre si para garantir a entrada na casa “mais vigiada do Brasil”. Ainda na segunda, o público escolherá o irmão que continuará no jogo.
Pela primeira vez o BBB não será comandado por Pedro Bial, que foi substituído por Tiago Leifert, até então responsável pelo programa “The Voice”. O ex-CQC Rafael Cortez ganhou um quadro no reality, no qual interagirá com internautas enquanto o humorista Paulo Serra vai às ruas descobrir o que as pessoas pensam sobre os “brothers” e as “sisters”.
Rômulo Neves, diplomata, 39 anos,o servidor ficou no cargo por pouco mais de um ano e rompeu com o atual mandatário do Buriti.
Ele nasceu em Anápolis (GO), em 1977. Como diplomata, morou na Venezuela, Suriname e Etiópia. É mestre em Sociologia pela USP e em diplomacia pelo Instituto Rio Branco. Foi jornalista na “Folha de S. Paulo” e na “Gazeta Mercantil”.
Atualmente, além de seu trabalho como diplomata, apresenta o programa Jazz Brasil, transmitido pela Rádio Nacional, em Brasília, e pela Rádio MEC/FM, no Rio. Na primeira declaração, após virar um “brother”, afirmou: “Se o cara for arrogante e genial, eu tolero. Mas se for arrogante e burro, eu saio do sério”, disse.
FONTE METROPOLES
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário