CLDF volta aos trabalhos com previsão de batalhas contra o Buriti

Depois de um recesso incomum para os padrões da Câmara Legislativa, no qual 18 distritais interromperam o descanso parlamentar para derrubar o aumento das tarifas do transporte público imposto pelo GDF, os deputados se preparam para voltar aos trabalhos na quarta-feira (1º/2). E a previsão é de novas turbulências com o Palácio do Buriti. Vários temas correm o risco de serem judicializados, assim como ocorreu com o reajuste das passagens, que o governo conseguiu emplacar após recorrer à Justiça.

No grupo das questões que podem bater à porta do Judiciário, estão os 152 vetos do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) que podem ser derrubados na Câmara Legislativa. Entre os dispositivos, muitos podem reduzir a arrecadação do GDF ou acarretar despesas extras . É o caso, respectivamente, da isenção de ICMS das contas de água e luz para templos de todas as religiões; e da bolsa para mães que não conseguirem matricular os filhos em creches.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário